logo
Somos um grupo de profissionais apaixonados por pets e adestramento, que entre um encontro e outro, demos vida à Pet Maníacos. Temos muita vontade de crescer e mostrar que é possível uma convivência harmoniosa e cheia de respeito entre animaizinhos e humanos.
Ligue: (11) 4113-5335 | (11) 97202-0855
contato@petmaniacos.com.br
(11) 4113-5335 | (11) 97202-0855

Autor: Patricia Oliveira

Home  /  Artigos publicados por Patricia Oliveira

Como a própria frase diz, é tornar um ambiente enriquecido de estímulos capaz de promover a possibilidade de o animal apresentar o mínimo de seu comportamento natural e ser capaz de promover bem-estar, qualidade de vida, saúde física e mental em situações de cativeiro/domiciliado. Ou seja, sabendo que o comportamento natural dos cães é percorrer longas distâncias em busca de alimentos (forragear), parceiros reprodutivos e uma grande capacidade de interação social. Manter um cão domiciliado oferecendo o alimento somente na vasilha, não o possibilitando apresentar o comportamento de forragear ou até mesmo de simular caças, não permitindo convívio social o deixando

Sociabilizar é o processo de se tornar sociável, ou seja, estar apto a viver em sociedade! Redundâncias a parte, pensando em tornar um cão sociável, é fazer com que o mesmo interaja e se adapta a diversas situações do dia a dia de uma forma natural e tranquila. Na fase inicial da vida do cão, ou seja, nos seus primeiros 3 meses de vida a atividade cerebral está em pleno desenvolvimento e o que apreender nesta fase irá agregar para o resto de sua vida. Por isso, entendemos que essa é a fase primordial no que se refere à sociabilização. Se, neste

1. Qual é a importância da coleira para os pets? A Coleira é extremamente importante aos pets primeiramente devido a sua segurança, pois o tutor tem o controle do cão em situações de emergência como, por exemplo, um outro cachorro agressivo indo em cima do seu cão ou um próprio susto (fogos de artifícios, trovões, carros ou motos). Situações essas em que seu pet pode fugir, causar ou sofrer algum acidente. Existe também a possibilidade de colocar a medalha de identificação com o nome dele e o número de contato do tutor ajudando assim os donos numa possível fuga ou roubo do pet,

Hoje em dia  muitos lugares estão abrindo as portas para os pets como shoppings, hotéis, restaurantes, cafés e parques. Mas para que essas recepções continuem acontecendo é necessário que os tutores sigam as regras de cada estabelecimento. Devemos ensinar nossos pets a maneira correta de se comportarem nesses locais. Muitas pessoas não gostam ou tem medo de animais, e nesse caso devemos respeitar a individualidade de cada um. Procurar manter seu cão na guia, próximo a você, deixando que chegue perto de outras pessoas apenas se essas pedirem para fazer um carinho no seu pet. Ensinar a não subir nos móveis, não ficar

  Os gatos apesar de domesticados são felinos e arranhar, caçar, e subir em coisas está entre os seus comportamentos naturais. Quando entendemos os motivos de alguns comportamentos, além de nos aborrecermos menos, ainda podemos melhorar a vida do pet. Os gatos arranham para renovar as unhas, se alongar e até mesmo para demarcar território seja por meio de odores das patas ou marcas visuais. As unhas são fundamentais para os gatos. Eles precisam delas para se equilibrar, se defender, para escalar e principalmente na hora da fuga. Se o seu gato vive em apartamento, lembre-se que ele precisa se exercitar